A Astrologia desenvolve tradições fortes durante os cinco ou seis mil anos da sua existência consciente. Os signos zodiacais têm sido associados não só com várias caraterísticas psicológicas, mas também, com lugares, ervas, pedras preciosas, minerais e cores.

Os astrólogos modernos citarão estas associações apenas por divertimento. Dirão a um cliente, por exemplo, que os gêmeos é tradicionalmente o signo da cidade de Londres ou que a cor do sagitário é o roxo. Nunca sonhariam, em sugerir a sério que, uma pessoa pertencente ao signo de gêmeos deve aceitar qualquer trabalho que lhe é oferecido em Londres ou que uma outra pertencente ao sagitário apenas deva usar roupas roxas.

Mas, muitas das antigas associações parecem ter um certo significado. Uma das tradições da astrologia, associa os signos com partes do corpo humano. Os médicos que se interessam pela astrologia acham que o mapa, de nascimento de um doente pode fornecer indicações do desenvolvimento de ferimentos ou de algumas doenças e, a ciência moderna já começou a explorar este setor.

O corpo e os astros

Para o amante astrologicamente orientado, o mapa de nascimento pode fornecer palpites numerosos no sentido do conhecimento do corpo do amado, não só a dar como a receber prazer, se trata da sensibilidade astral.

Na sociedade moderna permissiva, são constantes as discussões sobre a liberdade de expressão sexual. A atitude vitoriana inibida perante a expressão sexual, deu lugar à discussão totalmente franca das técnicas de fazer amor. Embora haja centenas de livros e manuais que descrevem estas técnicas com grande pormenor, quase todos eles ignoram a importância da astrologia, que pode frequentemente indicar ao amante as áreas do corpo do amado mais sensíveis.

Áries, por exemplo, influencia a cabeça e, qualquer pessoa deste signo apreciará carícias na cabeça, desde o leve toque relaxante dos dedos nas têmporas, às carícias no cabelo. Se sentirá atraída pela cabeça do seu(sua) parceiro(a), pelas orelhas e pela garganta. A libra, signo oposto do zodíaco, partilha esta atração e as pessoas deste signo também são frequentemente sensíveis na região lombar.

sensibilidade astral

O escorpião é o signo oposto do touro que influencia a garganta e o pescoço. Ambos estes tipos gostarão de carícias digitais na garganta, enquanto, touro partilhará a forte sexualidade do escorpião. Embora os órgãos sexuais sejam o alvo principal das sensações sexuais de toda a gente, o fato do escorpião influenciar esta área do corpo, indica o impulso poderoso das necessidades sexuais do escorpião. As pessoas deste signo são sexualmente inventivas e gostam duma aproximação física direta.

O câncer influencia o peito, talvez a segunda maior área de prazer tátil e, as pessoas de capricórnio, partilharão esta atração instintiva. O capricórnio influencia os joelhos, talvez não habitualmente considerados como zona erógena, mas mesmo assim supreendentemente sensíveis.

A virgem influencia todo o sistema nervoso e as pessoas deste signo, reagirão depressa a carícias suaves. Frequentemente parecem mais sensíveis ao tato, do que as dos outros signos. O signo polar da virgem são os peixes e as pessoas deste signo são também extremamente sensíveis ao tato, enquanto as pessoas do signo virgem, compartilham os pés sensíveis dos peixes, que podem muitas vezes acariciar o corpo do amante tão ternamente e com tanta sensibilidade como com as mãos.

O sagitário influencia as ancas e as coxas, extremamente suscetíveis às carícias ternas. Os gêmeos também as apreciam, e normalmente, terão ancas elegantes que dão prazer acariciar. As pessoas do sagitário compartilharam as áreas corporais mais sensíveis das dos gêmeos: os ombros e os braços. E, finalmente, as pessoas do aquário e do leão (signos polares) partilham as costas como área física sensível. As carícias que percorram toda a superfície das costas vão excitá-lo garantidamente.